Requisitos

QUEM PODE RECEBER?

Somente o Conselho Consultivo do Capítulo DeMolay poderá a realizar indicação para Grau de Chevalier, não podendo qualquer outra autoridade ou órgão da estrutura do GCE-RJ e SCODB fazê-la, sob pena de ser considerada inválida, para todos os efeitos legais.

A escolha preliminar será feita em sigilo pelo Conselho Consultivo do Capítulo do qual o agraciado é membro, sendo possível somente uma indicação por ano, de acordo com os requisitos abaixo:

I – Ser DeMolay Regular (Ativo ou Sênior);

II – Ter no mínimo 19 (dezenove) anos de idade na data da indicação;

III – Ter no mínimo 4 (quatro) anos de iniciação na data da indicação;

IV – Ter prestado serviços relevantes à Ordem nos últimos 3 (três) anos, e ainda, contar com igual período de regularidade ininterrupta junto ao SCODB, compreendido entre os 4 (quatro) anos anteriores a data da indicação.

V – Nunca haver recebido nenhum tipo de sanção oficial na Ordem DeMolay, por qualquer um dos órgãos com autoridade disciplinar regularmente previsto no Regulamento Geral do SCODB.

PROCEDIMENTO PARA INDICAÇÃO

O Conselho Consultivo deverá preencher o Formulário de Nomeação de Honra, com o depoimentos de, no mínimo, duas lideranças regulares da Ordem DeMolay, atestando os serviços prestados pelo indicado nos últimos 3 (três) anos de sua regularidade.

Após o preenchimento do formulário, juntada dos documentos e depoimentos, a indicação deve ser enviada ao Oficial Executivo para aprovação e posterior remessa ao GCE-RJ, que analisará a documentação, e aprovado, remeterá ao SCODB para homologação final e posterior remessa do Ato e Diploma autorizando a realização da Cerimônia de Investidura.

O Capítulo DeMolay ao receber o ato e diploma autorizando a realização da Cerimônia deverá adquirir junto a Loja DeMolay (http://www.demolay.org.br/) a comenda e o Anel Chevalier.

Comenda de Chevalier

Por último, o Mestre Conselheiro e o Presidente do Conselho Consultivo deverão entrar em contato com a Corte Chevalier de sua região e acertar os detalhes para a investidura, uma vez a concessão do grau somente pode ser realizada por uma Corte de Chevalier, órgão criado para esta finalidade.